Barra

Apoio Financeiro

CRÉDITO UNIVERSITÁRIO GARANTIA MÚTUA

Crédito a obter diretamente junto de uma das instituições bancárias que assinaram o protocolo com a SGPM (Montepio, BES, BPI, Caixa Agrícola, entre outros). http://www.crup.pt/pt/estudantes/sistema-de-emprestimos-com-garantia-mutua

Qualquer estudante de um curso de 1º ou de 2º ciclo de estudos pode recorrer ao sistema de empréstimos a estudantes e bolseiros do ensino superior, que abrange também estudantes em programas de mobilidade internacional (por exemplo, para cobrir estadias no estrangeiro no âmbito do Programa ERASMUS e de outros programas de intercâmbio internacional exclusivos para estudantes).

O valor do empréstimo pode variar entre 1.000€ e 5.000€ por ano de curso, até um máximo de 25.000€ (em cursos de 5 anos), e as quantias são re-embolsáveis entre 6 a 10 anos após a conclusão do curso, com pelo menos um ano adicional de carência de capital.

Os empréstimos são concedidos sem necessidade de recorrer a avales nem a garantias patrimoniais, a uma taxa de juro mínima (com um spread máximo de 1%, apurado com base na taxa dos "swaps"), que ainda será mais reduzida para os alunos com melhor aproveitamento.
 
SUBSÍDIOS DE ESTUDO DA UAb

A UAb não se encontra abrangida pelo sistema de ação social das restantes instituições de ensino superior público, contudo atribui subsídios aos seus estudantes nos termos do regulamento nº 501/2008:

http://www.uab.pt/c/document_library/get_file?uuid=972af61e-a60a-4b6c-8c72-19a2516f398c&groupId=10136

A atribuição do subsídio ao estudante consiste numa redução ou isenção da propina durante um ano letivo, sem renovação automática, pelo que compete ao estudante, no prazo da matrícula ou da sua renovação, efetuar a respetiva candidatura.

O subsídio destina-se a qualquer estudante matriculado(a) e inscrito(a) num curso de 1º ciclo (licenciatura) ou de 2º ciclo (mestrado) da UAb, que reúna as seguintes condições:

1. Residência em Portugal
2. Não ser titular do grau de licenciado(a) ou equivalente, para estudantes do 1º ciclo, ou do grau de mestre ou equivalente, para estudantes do 2º ciclo
3. Possuir, por si ou através do seu agregado familiar:
3.1 Rendimento global anual ilíquido inferior ao valor correspondente a 24 salários mínimos nacionais;
3.2 Rendimento per capita anual ilíquido inferior a 12 vezes o valor do salário mínimo nacional;
3.3 Valor da renda mensal da habitação, ou do encargo mensal bancário assumido para a compra de habitação própria e permanente, inferior ao salário mínimo nacional.

Os(as) estudantes que renovem a candidatura ao subsídio, e que tenham beneficiado do mesmo no ano letivo anterior, têm ainda que ter obtido aprovação em, pelo menos, 50% das unidades curriculares às quais correspondeu a atribuição do subsídio.

Sem prejuízo da perda do direito ao subsídio, o(a) estudante infractor(a) será obrigado(a) a repor as quantias indevidamente recebidas.

Boletim de Candidatura à Atribuição de Subsídio


Os Serviços de Apoio ao Estudante informam, por escrito, da decisão.
Estas informações não dispensam a leitura do Regulamento Nº 501/2008, onde encontra toda para a informação para a instrução do processo de candidatura ao subsídio.

Atualizado em 10.12.2012
Co-Financiado por:
Compete Quadro de Referência Estratégico Nacional União Europeia - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional
DeG�is Universidade de E-Learning Universia - O Portal dos Universitários Biblioteca do Conhecimento Online APCER